Trabalhadores de inúmeras categorias se reuniram em diferentes atividades nesta quarta-feira (15) para marcar o Dia Nacional de Mobilização e Paralisação contra a reforma da Previdência, proposta pelo governo Michel Temer (PMDB). E Jacobina não ficou fora, atos, caminhadas e discussões aconteceram desde o início da manhã. À tarde, a concentração foi na Praça Rio Branco, onde centenas de pessoas  gritavam palavras de ordens contra a PEC 287 e o Presidente Temer.

Segundo os organizadores, o movimento acometeu pelo fato do Governo Temer querer acabar com a aposentadoria especial, que são os trabalhadores rurais, professores, policiais, bombeiros, pessoas que trabalham em um alto nível psicológico e físico, com a desculpa que a previdência está com déficit.

O movimento foi organizado pelos professores e a APLB sindicato de Jacobina.

Share