JACOBINA FM: 25 ANOS NO AR • UMA NOVA RÁDIO, A MESMA PAIXÃO.

“É possível destruir o sonho de um ser humano quando ele sonha apenas olhando para si, mas é impossível destruir seu sonho quando ele tem a capacidade de sonhar olhando para os outros”.

É inspirado nesse pensamento de Augusto Cury, grande psiquiatra e cientista contemporâneo, que nos permitimos remeter por alguns instantes a atenção do jacobinense ao início da década dos anos oitenta, quando, ainda jovem, conhecemos o Deputado FÉLIX DE ALMEIDA MENDONÇA e com ele firmamos o compromisso de materializar um dia o sonho, que ainda não concluímos, da reconstrução e resgate de uma Jacobina mais presente, mais pujante e mais respeitada no concerto das regiões administrativas do Estado, cuja chama mantém-se acesa em minha memória, fruto das estórias que, quando criança, meio curioso e interessado, ouvíamos meu saudoso pai contar. Nesse ponto, também se faz indelével a lembrança de uma época em que Jacobina pontuava política, econômica e culturalmente entre os oito municípios mais importantes da Bahia. Inevitável, ainda, a marca política e o legado social deixados por figuras da expressão de Francisco Rocha Pires, Manuel Novaes, Edvaldo Valois, Amarílio Benjamim e Fernando Daltro, só para citar alguns dos representantes da nossa mais recente história, sem olvidar ícones edu-culturais do porte e contribuição dos Professores Felicidade Magalhães, Manoelito Miranda, Terezinha Rego e o Apóstolo do Sertão, Pe. Alfredo Hasler.

 

Sempre dotado de otimismo, coragem e muita paciência, como jacobinense empedernido, desde logo, percebemos que a materialização e o resgate daquela Jacobina respeitável, necessariamente, teriam que cumprir etapas. Afinal, a vida é dinâmica e, se quisermos transformações, temos que acompanhá-la na sua permanente e progressiva evolução.

 

Descortinamos, então, aquele que seria o primeiro Ato rumo ao nosso augurado compromisso. Após participarmos do processo político-eleitoral de 1982, como candidato a prefeito, e com o advento da chegada do rádio em Jacobina, sempre ao lado do Deputado FÉLIX MENDONÇA, com muita luta e determinação, conquistamos o canal FM pioneiro da região de Jacobina, colocando-o no ar, em 1º de março de 1985, há 25 anos, e cunhando a marca Jacobina na nossa primeira emissora de Rádio FM. Na ocasião, atendendo apelo de meu pai, Nilson Valois Coutinho, admitimos na sociedade a inclusão de meus irmãos, cujo ciclo, hoje, quando comemoramos o jubileu de prata, se encerra. E aqui, cabe o registro da velha, mas sempre atual e emblemática frase: SÓ OS INGRATOS NÃO TÊM MEMÓRIA...

Cerram-se, pois, as cortinas do passado e ascendem-se as luzes do recomeço para a realização do segundo e novo Ato. Está no ar UMA NOVA RÁDIO, A MESMA PAIXÃO: JACOBINA FM.

De mais a mais, desde cedo aprendi que, por maior que sejam os desafios e as adversidades, a determinação, o desprendimento, o trabalho em equipe, o amor e a fé em Deus, sempre vencerão.               

É com o espírito renovado e com o vigor de quem não perdeu a capacidade de sonhar, que, agora, ao lado de meus filhos, João Jaques Júnior e Paula Prado Valois, tendo como suporte uma equipe competente e de profissionais íntegros e qualificados, abraçamos o desafio de dar rumo e inovar o rádio em Jacobina, dando seqüência e conseqüência ao projeto sonhado, nos idos dos anos oitenta, de contribuir e resgatar o desenvolvimento sócio-econômico e cultural da Jacobina que queremos, não mais como um projeto pessoal, mas concitando os homens de bem que amam esta terra a repartir e participar do mesmo desiderato e ideal de jacobinidade.

A nova Jacobina FM terá uma grade de programação de qualidade, reconhecida pelo ouvinte e percebida pelo mercado, que garanta a saúde financeira, independência e responsabilidade editorial. A prestação de serviços será norteada pela Cidadania, dando prioridade às causas coletivas. Não substituiremos o papel da autoridade. Além da ação social, da boa música para todos os tipos de gostos e idade, da interatividade e do entretenimento, a nossa primeira proposta será pensar e debater as questões que envolvem a cidade, o município e a região. Enfim, uma comunicação capaz de despertar no cidadão a reflexão do seu relevante papel na construção e aperfeiçoamento da sociedade que compartilha e tem compromisso. Este será o novo desenho da Jacobina FM!... E o público ouvinte logo logo perceberá o quanto vai estar integrado a essa programação.

Identidade regional preservada e com programação local diária, a Rádio Jacobina FM, não apenas mudou de direção, agora, ficou mais forte. Associou-se à rede Tudo FM (um pool de emissoras em todo o Estado) e ao Site Bahia Notícias (o maior e mais acessado portal do Norte e Nordeste), dois, portanto, dos principais canais de comunicação da Bahia. Como conseqüência imediata, além de inserir Jacobina em circuito estadual, os assuntos que merecerem destaque na cidade e região serão divulgados e repercutirão em todo o Estado, com a instantaneidade que o rádio proporciona e a segurança, atualização e credibilidade da rede associada.

Por derradeiro, acreditando no rádio ágil e informativo, que integra, promove, educa e conscientiza, que emociona sem o apelo do sensacionalismo, queremos agradecer e convidar a todos, particularmente, à nação Jacobina Fm – desde o ouvinte até o parceiro anunciante - a participar do novel empreendimento de radiodifusão, de DNA genuinamente jacobinense, que tem como compromisso maior promover e mostrar ao mundo, já que integramos uma aldeia global, o patrimônio histórico material e imaterial de Jacobina e região: o eco-turismo com as suas riquezas naturais; as festas populares e religiosas; os eventos sócio-esportivos e artísticos, enfim, o vigor da sua economia, calcado na força do trabalho e na alegria de sua gente boa e ordeira, que não perdeu ainda a esperança de ser feliz um dia.

Rádio Jacobina FM, vinte e cinco anos no ar, uma história de sonhos, idéias e de pessoas, como você, que apostam na possibilidade de se construir um futuro melhor.

Obrigado por fazer parte dessa história!...                  

JOÃO JAQUES OLIVEIRA VALOIS COUTINHO

Julho de 2010