Nós que moramos em Jacobina, no dia-a-dia, talvez não reparemos o quanto ela é bela e boa de viver. Estar edificada em um vale, entre serras, e possuir dois rios que cortam o seu centro urbano, representa um privilégio natural inigualável. Por outro lado, a conservação de uma cultura secular diversificada, a primazia e beleza do estilo arquitetônico colonial de seus prédios e igrejas, a tempera de um povo bom, ordeiro e trabalhador, dentre outros atributos, justificam o orgulho daqueles que aqui nasceram ou a elegeram para se estabelecer e constituir família, na certeza de estarem escolhendo uma cidade que oferece realmente qualidade de vida.

Claro que Jacobina possui problemas estruturais e, por isso, paga um alto preço por não ter tido, no curso de sua história, Gestores que priorizassem um planejamento sustentável para o seu desenvolvimento. Mas, nem tudo está perdido!  Não sejamos pessimistas nem rancorosos a ponto de não enxergar que temos de avançar e devemos avançar com o olhar fixo no futuro e não preso ao retrovisor, em um rosário de lamentações do que gostaríamos que tivesse sido feito e que, infelizmente, não se fez. E como testemunho de fé e de esperança, vamos dar um voto de confiança àqueles que terão a responsabilidade da Direção futura de Jacobina, seja quem for, acreditando em um governo sério, de participação e, por conseguinte, de todos nós.

O ponta-pé inicial da transformação da cara de nossa cidade, como sugestão, poderia começar com um banho em sua aparência, quando algumas pequenas ações logo seriam empreendidas, atestando a nova fase de sua Administração Municipal...

Imaginemos, pois, uma Jacobina com as suas ruas pavimentadas, sem tantos buracos e em perfeito estado de conservação e uso.  Imaginemos, agora, as balaustradas e o cais dos rios completamente recuperados e pintados. Idem, quanto às calçadas e ao seu meio-fio. Imaginemos, mais, uma cidade limpa e bem iluminada. Agora, lhe convido a conhecer o melhor e mais organizado serviço de trânsito do interior do Estado, com sinalização horizontal, vertical e eletrônica implantada e funcionando, oferecendo, assim, conforto e comodidade ao motorista na hora de circular e estacionar o seu veículo no centro da cidade, sobretudo, nos dias e nas horas de maior fluxo viário... Bem, como se pode ver, são todas ações simples e aparentemente pequenas, em aporte de recursos, mas, que, implementadas, representam muito em importância à imagem de nossa bela e feliz cidade de Jacobina, aguçando como conseqüência o orgulho e o nosso sentimento maior de Jacobinidade.

Não nos custa nada sonhar e isso nos faz muito bem!...

Em seguida, com os horizontes ampliados, novos e grandes desafios serão abraçados pela Administração Municipal, tipo desenvolvimento urbano, saneamento básico e oferta de emprego e, mais uma vez, a determinação, o trabalho compartilhado com a comunidade, a racionalidade no exame das prioridades, a competência e transparência no gerenciamento de recursos e o bom senso, vencerão, resgatando-se, como conseqüência, a auto-estima de sua gente e o respeito a uma Jacobina secular, de um presente planejado e com um futuro de muito mais conquistas!...  Enfim, esta é a CIDADE QUE TEMOS e esta poderá ser a CIDADE que SONHAMOS e QUEREMOS...

REAGE, JACOBINA!      ACORDA E MOSTRA A TUA CARA, A FORÇA DA TUA CIDADANIA!     ENDURECE O JOGO,  JACOBINA!  (por João Jaques)

Share